"At the end, no winner was declared in the face-off between pens and lenses. And that’s a good thing. Whether with a pen or a camera, the act of recording things visually forces us to pay attention to our surroundings. It helps us see things with new eyes when we take the time to look. And that’s all that matters." Gabriel Campanario, fundador dos Urban Sketchers​

29 novembro 2015

Encontro no Tamariz

Um desenho gelado na praia do Tamariz...

6 Dezembro - Expedição FS 2´´ ao Encontro USkP "Sintra Desenhada"


Expedição Foto&Sketchers 2'' - Cascais | Sintra <-> Lisboa ao Encontro USkP "Sintra Desenhada"
6 Dezembro 2015 - Domingo, Sintra
Organização: Urban Sketchers Portugal (USkP)

Localização: Centro Histórico de Sintra

PROGRAMA
14h00 no Palácio Nacional de Sintra (fica a cerca de 10 min a pé da estação de comboios de Sintra) - ver mapa em baixo.



Atenção a novas instruções que foram dadas! O local de Encontro dos Urban Sketchers Portugal será na entrada do Palácio de Sintra pelas 14:00h, onde seremos aguardados pelo(s) promotor(es) da iniciativa da parte da CM Sintra. 
A entrada para desenhar no interior do palácio será condicionada a 6 desenhadores de cada vez, que só poderão transportar materiais secos"

Entrada livre nos museus em Sintra nesse dia.

Nesta expedição os Foto&Sketchers 2´´ juntam-se ao encontro dos Urban Sketchers Portugal para comemorar os 20 anos da classificação de Sintra como Paisagem Cultural Mundial da Humanidade pela UNESCO. Em 1992, a UNESCO alargou as categorias do Património Mundial e criou a de “Paisagem Cultural”. Sintra foi a primeira Paisagem Cultural na Europa, classificada em 1995.

Não é preciso "saber" fotografar ou desenhar. Basta querer fazê-lo. O principal objectivo destes encontros muito informais é o alegre convívio e partilha!

Materiais a levar: Máquina fotográfica / Smartphone e/ou caderno e materiais rabiscadores / kit aguarela.

Nota aos fotógrafos: Em alguns museus poderá não ser permitido fotografar e, mesmo que sendo autorizado, não é permitido o uso de flash nem de tripé.

+ Informações:
. Website da UNESCO
. Info no evento dos USkP

Mapa da estação de comboios e do Palácio Nacional de Sintra

28 novembro 2015

FS 2´´ gelados em Acção na praia do Tamariz e a parvónia em visita ao Casino


Não levei a minha máquina fotográfica e a do telemóvel não está em condições. Por isso, para já as fotos dos Foto&Sketchers 2´´ em Acção são as do final da noite inesquecível passada no Casino do Estoril. Foram tiradas pela Ana Crispim e uma delas por mim para ela ficar para a memória colectiva. Foi pena a Teresa ter saído mais cedo, porque perdeu algumas cenas hilariantes... com euros perdidos pelo Casino...

Mas, comecemos pelo principio, combinámos juntar-nos no paredão da Praia do Tamariz para desenharmos o Forte da Cruz... com tanta noite linda que esteve nos últimos dias, logo naquela tinha que se levantar uma insuportável ventania. Mesmo assim os corajosos e bravos FS 2´´ produziram alguns trabalhos ao relento, abrigados sob a esplanada de um dos bares do paredão. Todos eles fechados às 17h30... Os Portugueses fecham-se em casa para ver as desgraças dos telejornais e das novelas a partir das 19h e dá nisto...

Assim que possível "raspámo-nos" para o dito Deck comer uns petiscos e pintalgar os nossos trabalhos com aguarela. Não sei se há muito para contar, para além da maldizência do frio (em especial do vento), da já clássica e típica maldizência e auto-flagelação dos próprios rabiscos, de outras pequenas maldizências gerais da vida e da inesperada chegada da Sara com duas amigas, a Isabel (repetente) e a Clara (fotógrafa pura, mas que pelos vistos tem planos para se converter também aos rabiscos...).

Por Rita  Caré em máquina da Ana Crispim

Terminados os petiscos, enfrentámos o desejo, mais ou menos comum, de ir meter o nariz no Casino do Estoril... Saíamos do bar a pensar ingenuamente que chegávamos lá, gastávamos directamente uma moeda de 1 euro numa das máquinas das "frutas" a rodar, vínhamos embora e pronto... Ao chegarmos nem sabíamos muito bem onde nos dirigir, parecíamos uns tontinhos acabados de sair de um filme na aldeia da parvónia mais longínqua de um casino em Portugal, caídos ali de pára-quedas.

Lá percebermos que só podíamos jogar com o mínimo de uma nota de 5 euros, o que lá levou o seu tempo para todos arranjarmos a nossa notinha na "casa" dos trocos e devoluções aos vencedores. Partimos daí à descoberta de dezenas de máquinas ali expostas... voltámos a parecer uns maluquinhos fugidos da Parvónia, porque aquilo tem imensas máquinas diferentes dessas do tipo das frutas a rodar, mas numas versões "muito à frente" e com umas complicações incríveis de apostas múltiplas.

Entretanto alguém conseguiu o feito de meter a sua linda nota de 5 euros no sítio errado de uma delas! A máquina engoliu a nota e veio a manutenção... Entretanto apareceu um funcionário com ares de zangado para mim para saber o que estava ali a fazer com uma mochila daquele tamanho, como se eu tivesse culpa de me terem deixado entrar com ela... e lá fui atrás dele direitinha para o bengaleiro. Quando voltei ainda tive tempo de ver a nota de 5 euros perdida dentro das entranhas da máquina...

Aproveitámos para perguntar ao senhor da manutenção se não haveria nenhum funcionário que nos pudesse explicar como jogar naquilo. Lá veio uma senhora com ares de impertigada e pedante, que depois logo lhe passou, porque percebeu a nossa nabice total.

Por Ana Crispim
No fim, houve perdedores dos 5 euros para quase todos, mas houve vencedores ou empate! Eu ainda estive a ganhar 8 euros aos 5 iniciais, mas como não percebi como aquilo acontecera tentei carregar em mais botões diferentes para ver o que acontecia e fiquei com um talão de 0,4 cêntimos para recordação da minha incompetência e avareza. Uma de nós logo na 1ª jogada ganhou quase 15 euros, mas foi jogando até voltar a receber a sua nota de 5 original. Novamente a avareza a chegar-se à frente... A grande vencedora da noite ganhou um total de 20,04 euros. Ela apostou 20 euro iniciais, andou a jogar em máquinas de apostas mais altas e com as tais apostas múltiplas mais elevadas também... No final o talão dizia 40,04  euros. Ela venceu a avareza!!

Por Ana Crispim

Eu continuo sem perceber como é que ganhei 8 euros e os perdi até aos 0,4 cêntimos... mas fiquei feliz, porque afinal, já não há frutas a rodar como antigamente, mas podem-se repetir as apostas anteriores com aquela maçaneta que todas as máquinas destas coisas têm nos filmes.

Foi uma noite muito cómica! 

Ficou combinado que só organizamos encontros nas proximidades daquele sítio demoníaco no mínimo daqui a um ano, porque aquilo é obviamente um perigo para as carteiras.



Encontro de fim de tarde na Praia do Tamariz

18:30h - Já era noite escura, e de mau grado lá tive de passar pelo túnel, e descobrir que as esplanadas estavam todas fechadas, o passeio quase às escuras... apenas alguns candeeiros davam pontos de luz, e apesar de lá em cima - Estoril - estar uma ventania, aquela zona estava abrigada, com pessoas a correrem e a passearem os cães, e nós aproveitámos para desenhar.
Não resisti a desenhar este edifício emblemático, que remete imediatamente para a minha infância, ao  Verão, passado em casa de uma das minhas avós que tinha uma casa  no Estoril, às idas à praia e aos inevitáveis e obrigatórios gelados no Santini.


Foto&Sketchers 2´´ divulgados pelo Museu do Oriente




Para visitar o Facebook do Museu do Oriente clicar AQUI

Para ler e visualizar todos os posts dedicados
a este encontro de 6 de Novembro no Museu do Oriente clicar ALI


24 novembro 2015

NETSUKE

Na Fundação Oriente - Museu






Os Netsuke são peças que servem para segurar bolsas ou pequenas caixas penduradas no Obi (cinturão do quimono). De origem chinesa (séc XVI), são depois desenvolvidos pelos Japoneses.
Têm um orifício por onde passa o cordão de suspensão do objecto a transportar, servindo de remate ao conjunto.
Rapidamente passaram de um objecto de uso prático a verdadeiras obras artísticas e a artigos de moda.
Estas belíssimas miniaturas eram usualmente esculpidas em madeira, marfim, osso e corno de rinoceronte.

Confluências Postais - Ana Ferreira/ Teresa Ogando

Para exemplificar publico este postal, embora não tenha sido feito através de uma fotografia, nem desenho, num encontro.


23 novembro 2015

Fundação Oriente Museu - Figuras, Sombras e Reflexos

Pronto, pronto, aqui estão mais algumas fotografias, desta vez sem legendas.
Tenho mesmo de lá voltar.








Fundação Oriente Museu - Objectos

Estimulada pela proposta de enviar duas fotografias para o Museu com a intenção de ilustrarem a nossa visita noturna e reflectirem as actividades do grupo Foto&Sketchers 2´´, seleccionei mais três fotos para partilhar.



Achei curiosa esta montra de frascos e frasquinhos de vidro colorido mas não li a legenda e não sei a sua origem ou utilidade. Fica para investigar numa próxima visita.



Estes são exemplares dos instrumentos musicais utilizados no teatro de sombras Hebei.
Oboé, Castanholas, Violino de 4 cordas, Gongos, Címbalos e Tambor.


Esta é uma Armadura de Divindade originária da Índia.



22 novembro 2015

Jazz & Blues na Mercearia Elite, São Pedro do Estoril, Cascais


Este post também serve para relembrar que podemos partilhar trabalhos produzidos fora dos encontros e nos concelhos onde actuamos (Cascais, Oeiras, Sintra, Amadora e Lisboa)!

Então, aqui vai um rabisco que fiz num bar-restaurante que descobri há pouco tempo, o Mercearia Elite, em São Pedro do Estoril, que tem comida óptima e em conta, música ao vivo aos Sábados à noite e cozido à Portuguesa ao Domingo. Como tem Internet à borlix, levei o computador, fiquei no cantinho da sala de não fumadores a comer uma rica quiche de ervilhas, a ouvir boa música e só via de lá um dos músicos.

Enquanto trabalhava afincadamente para pôr os encontros e expedições Foto&Sketchers 2´´ em ordem, a coordenação do grupo, a gestão dos projectos, entre outros assuntos e a escrever e-mails enlouquecidos sobre o inferno natalício e o natal infernal, com estranhos pedidos para prendas como ceroulas para a neve para uso no Inverno Português no distrito de Lisboa...  que originou uma resposta sobre um quadro a grafite e a pastel seco de um auto-retrato com umas peúgas ao pescoço, oferecidas há muito tempo num Natal longínquo de um famoso Sketcher  que eu obviamente não vou denunciar!

Foi uma belíssima noite e ainda tive tempo de voltar às canetas de feltro com base do desenho em mina de grafite B 1,3, apagada depois. Tem que se trabalhar com o que se tem no momento da oportunidade...

O próximo concerto é já no próximo Sábado e o próximo cozido à Portuguesa é já no próximo Domingo ;-)




21 novembro 2015

Dezembro - FS 2´´ vão em Expedição aos Encontros USkP (Cascais, Sintra e Oeiras)


Expedição Foto&Sketchers 2'' - Cascais | Sintra <-> Lisboa ao Encontro USkP de 5, 6 e 13 de Dezembro em Cascais, Sintra e Oeiras 
Org. Urban Sketchers Portugal

Estimados Foto&Sketchers 2´´, foi decidido anularmos o único encontro FS 2´´ que tínhamos planeado para Dezembro, sendo que a visita ao Museu Condes Castro Guimarães fica adiada. O propósito é irmos, em EXPEDIÇÃO,  usufruir dos eventos realizados pelos Urban Sketchers Portugal (USKP) em alguns dos "nossos" concelhos:

5 Dez - Expedição FS 2´´ à Apresentação do Livro "Lisboa por/by USkP", Fnac Cascais Shopping, Cascais

6 Dez* - Expedição FS 2´´ ao Encontro USkP - Sintra desenhada nos 20 anos de Património Mundial, Sintra

13 Dez* - Expedição FS 2´´ Encontro USkP - Forte S. Julião da Barra, Casa do Ministro da Defesa, Oeiras (Inscrições são obrigatórias)

* Será permitido fotografar sem flash, sem tripé e sem fins comerciais!

+ Info no Calendário da barra lateral do blog dos USkP


Não é preciso "saber" fotografar ou desenhar. Basta querer fazê-lo. O principal objectivo destes encontros muito informais é o alegre convívio e partilha!

Materiais a levar: Máquina fotográfica / Smartphone e/ou caderno e materiais rabiscadores / kit aguarela.



20 novembro 2015

Timor no Museu do Oriente e o Espanto...


Entrei perfeitamente perdida no Museu do Oriente. Para espanto de toda a gente, mas ainda mais para mim, nunca tinha visitado as exposições, para além de uma de diários gráficos que se organizou em tempos no rés-do-chão.

Prossegui para o primeiro piso, onde dei logo de caras com este cavalo de Timor para o qual fiquei feita parva minutos e minutos só a olhar. Acho que tive um encontro com o Deus dos Cavalos... O desenho não demonstra completamente o meu sentir, porque cometi o pecado de me atirar logo a ele em vez de fazer o devido "aquecimento desenhado"... 


As colagens foi mesmo o que fiz primeiro. Depois encaixei os desenhos. Fiquei ali que tempos só a usufruir do Belo. Nem sequer me levantei para ler as legendas. Passado um bom bocado dediquei-me aos objectos maravilhosos da segunda página: portas, colheres, panelas... Finalmente levantei-me, li as legendas, passeei-me, tirei fotos de todos do nosso grupo em estado de maravilha, sentados, ou mesmo deitados pelo chão do museu, a trabalhar afincadamente nos seus rabiscos e/ou fotografias.

Foi um encontro memorável! Para o ano há mais de encontros nocturnos no Museu do Oriente. De certeza! Esteja ele aberto até às 22h. Lá estaremos.



18 novembro 2015

Projecto CONFLUÊNCIAS POSTAIS


Projecto FS 2´´
CONFLUÊNCIAS POSTAIS


Realizar um EXERCÍCIO COMPOSTO, cujo princípio é a interacção entre o desenho e a fotografia, reforçando a ideia de que ambos podem existir conjuntamente e complementarem-se.

O OBJECTIVO é produzir uma nova narrativa, utilizando em simultâneo uma fotografia e um desenho produzidos durante os encontros, que tenham despoletado uma resposta visual. É um exercício que pode e deve ser realizado nos dois sentidos, isto é:

  •  Os Fotógrafos trabalharem digitalmente com um desenho ou criarem uma nova imagem (fotográfica) através do desenho escolhido.
  • Os Sketchers trabalharem com a fotografia, como suporte para desenhar ou colar, desde que criem uma nova imagem

A finalidade destes exercícios compostos é CRIAR POSTAIS que de certa forma reflictam o espírito do que são os Foto&Sketchers 2”.


CONFLUÊNCIAS POSTAIS - PRODUÇÃO

Os autores devem previamente contactar-se, entre si, para solicitar a autorização da imagem pretendida.

POSTAL DIGITAL – A publicação da imagem final deverá ter as medidas de uma fotografia de impressão “clássica” (10x15 cm). No mesmo post do blog dos Foto&Sketchers 2´´ deverão ser publicadas a obra final, assim como as duas imagens originais utilizadas (com os nomes de ambos os autores). As etiquetas (conhecidas também por tag ou marcador) a utilizar no post deste projecto são:  Confluências Postais, Nome de um Autor, Nome do outro Autor


POSTAL EM PAPEL – Sugerimos que os autores produzam pelo menos duas impressões da sua Confluência Postal e partilhem com o co-autor da obra.

QUEM PODE PARTICIPAR ?
Todos os fotógrafos e/ou sketchers participantes nos ENCONTROS dos Foto&Sketchers 2’’.

DIREITOS DE AUTOR
Os direitos de autor da composição final pertencem aos autores de cada uma das imagens utilizadas como “matéria-prima”.

DÚVIDAS: Enviar e-mail com assunto "Confluências Postais" para:
fotosketchers2linhas@gmail.com

EQUIPA DAS CONFLUÊNCIAS POSTAIS
Teresa Ogando, Marilisa Mesquita, Sara Fonseca Ferreira e Ana Ferreira


17 novembro 2015

25 Nov - Encontro FS 2´´ na Praia do Tamariz e Petiscos com vista para o Jardins do Casino, Estoril


Encontro dos Foto&Sketchers 2'' - Cascais | Sintra <-> Lisboa 
na Praia do Tamariz e Petiscos com vista para o Jardins do Casino
25 Novembro 2015 - Quarta-feira, Estoril

Localização: Praia do Tamariz (Estoril) e Bar Deck (com vista para os jardins do Casino do Estoril - ver mapa com localizações em baixo. Estação de saída do comboio é "Estoril".

PROGRAMA
A partir 18h30 até 19h45 - Paredão da Praia do Tamariz  - Encontro junto ao restaurante com o mesmo nome para fotografarmos/desenharmos as vistas para o Forte da Cruz.
A partir das 20h - Petiscos no Bar Deck com vistas para os jardins do Casino

Não é preciso "saber" fotografar ou desenhar. Basta querer fazê-lo. O principal objectivo destes encontros muito informais é o alegre convívio e partilha!

Materiais a levar: Máquina fotográfica / Smartphone e/ou materiais portáteis para desenhar e pintar.

+ Informações
Bar Deck - Facebook
Fotos do Bar Deck no Website




Forte de Santa Cruz, Estoril | Fonte: Portugal Virtual

15 novembro 2015

Quinta da Regaleira



A Capela, perdida entre muitos verdes. Estilo neomanuelino,
aludindo o seu simbolismo à Ordem de Cristo.
A cripta tem um acesso subterrâneo com ligação ao Palácio.

 O Poço Iniciático

 É uma torre invertida que se afunda cerca de 25 metros no interior da terra, com acesso através de uma enorme escadaria em espiral.

















Configura-se como um espaço que celebra a relação entre a Terra e o Céu.


















Se alguém souber o nome...diga-me.


 Uma Sequóia. Se foi plantada no início da construção do  parque
terá à volta de 100 anos e se não  adoecer viverá mais 500 anos!


Um dia muito bem passado.

Um grande obrigado à Lídia, irmã da Raquel, Sem ela teria sido difícil perceber quanta magia e mistério emanam dos lugares por onde passámos.

10 novembro 2015

Parem de fotografar e desenhem em Museus ? Talvez não seja bem isso...


Caros Foto&Sketchers 2´´, partilho aqui um post deveras interessante para o nosso grupo "Museu Holandês pede a visitantes: parem de fotografar e desenhos os quadros".


Não, este texto não é para provocar os fotógrafos. Todos os que já foram aos encontros dos Foto&Sketchers 2´´ sabem que adoro dedicar-me à fotografia, já tendo participado em encontros apenas de smartphone e máquina fotográfica na mão. Já o disse várias vezes, acho muito importante haver fotógrafos "só fotógrafos" a participarem nos encontros deste grupo, pois é muito enriquecedor e é uma forma indirecta de chamarmos mais fotógrafos a virem divertir-se connosco.

Se as pessoas tirarem fotografias com o mesmo entusiasmo, carinho e dedicação com que os sketchers fazem os seus desenhos: observando as peças e o seu contexto na exposição e na história, reflectindo, pensando nos enquadramentos, nas cores, etc., fazendo uma selecção cuidada - sobretudo do que não querem incluir nas suas fotos - o efeito produzido em cada um dos Fotógrafos e/ou Sketchers é semelhante: usufruirmos dos espaços que visitamos - ou apenas de meia dúzia de peças a que nos dedicamos cuidadosamente -, trazermos connosco mais  histórias para contar sobre as peças, os locais e as actividades em que nos envolvemos e mais de aprendizagem através da auto-crítica positiva que devemos fazer dos nossos próprios trabalhos e dos nossos companheiros Fotógrafos e/ou Sketchers.

Deixo aqui a citação (ver topo do blog) do fundador dos Urban Sketchers internacional, Gabriel Campanario, que nos inspirou a criarmos este grupo Foto&Sketchers 2´´, a promovermos a Fotografia e o Sketching (Rabiscos de observação no local) e a integração dos participantes, sobretudo para cumprirmos os nossos principais objectivos: usufruir da cultura material e imaterial dos lugares que visitamos, conviver e divertir-nos o mais possível.

"At the end, no winner was declared in the face-off between pens and lenses. And that’s a good thing. Whether with a pen or a camera, the act of recording things visually forces us to pay attention to our surroundings. It helps us see things with new eyes when we take the time to look. And that’s all that matters." Por Gabriel Campanario, fundador dos Urban Sketchers​

Por Rita Caré, 2015

09 novembro 2015

Museu do Oriente








Depois do encontro no Museu das Comunicações

Depois do encontro no Museu das Comunicações a 29 de Outubro, e na sequência do desafio da Dra Cristina Weber, postais enviados - via correio - para o Museu das Comunicações.



Fundação Oriente Museu - Contadores

Há artes que requerem "paciência de chinês" mas estes contadores são representativos da presença portuguesa na Ásia, nomeadamente na Índia.




As fotos não fazem jus às peças. 
Vale a pena ir lá ver a exposição.

08 novembro 2015

Night Sketching… no Museu do Oriente...

Uma noite bem divertida e para repetir!!!





Encontro no Museu do Oriente


Já só fui à segunda parte do encontro, portanto não desenhei o jantar e mesmo no museu só fiz um desenho embora de muito pormenor. Acabei por sair à pressa e também não fiquei na foto de grupo... quase que me marcam falta.


Noite no Museu Oriente

Há imenso tempo que queria visitar o Museu do Oriente, por vários motivos adiei sempre. No dia 6 Novembro à noite tive o prazer, de usufruir deste esplêndido espaço e numa óptima companhia. Mal entrei, fiquei para trás pois não resisti à luz e ao contraste das escadas. Depois subi e visitei as exposições Sombras da Ásia e a Presença Portuguesa na Ásia. A descoberta foi muito positiva, o espaço, os contrastes. a luz, os reflexos... o tempo passava sem dar por ele, todos estavam muito concentrados e divertidos, até houve "frente a frente" entre os Foto&Sketchers 2´´. Seleccionei um conjunto fotografias que mostram um pouco sobre a nossa esplêndida noite. Quero muito regressar ao Museu do Oriente.