"At the end, no winner was declared in the face-off between pens and lenses. And that’s a good thing. Whether with a pen or a camera, the act of recording things visually forces us to pay attention to our surroundings. It helps us see things with new eyes when we take the time to look. And that’s all that matters." Gabriel Campanario, fundador dos Urban Sketchers​

23 maio 2016

Sketching na margem norte do Tejo, Lisboa

No passado dia 14, sábado, fui juntamente com alguns amigos deste grupo Foto&Sketchers2´´ a um encontro livre dos Urban Sketchers na Trafaria.

De acordo com as regras do FS 2´´ aqui partilho apenas as fotos e desenhos feitos na margem norte do Tejo, em Lisboa, onde apanhámos o barco para a outra margem.








Outras fotografias.





6 comentários:

  1. O Padrão dos Descobrimentos está tão giro rabiscado! :D
    Gosto muito daquele farol desactivado que há ali em Belém. Não aparece assim tanto em fotografias, mas é muito estético ;-)

    ResponderEliminar
  2. Pena o farol não ter nenhuma utilização interessante, pois concordo. É sempre com agrado que olho para ele.😍

    ResponderEliminar
  3. Pelos vistos o Farol de Belém é um falso farol que nunca funcionou como tal, não possui equipamento óptico de iluminação e nem sequer faz parte da rede nacional de Faróis da Marinha Portuguesa.
    Foi construído para a Exposição do Mundo Português de 1940.
    Seja como for, em termos estéticos é muito interessante e ficou isolado e valorizado desde que demoliram o edifício que lhe era contínuo.

    ResponderEliminar
  4. Já andaste nas pesquisas :D
    Ainda bem que não o demoliram!

    ResponderEliminar