"At the end, no winner was declared in the face-off between pens and lenses. And that’s a good thing. Whether with a pen or a camera, the act of recording things visually forces us to pay attention to our surroundings. It helps us see things with new eyes when we take the time to look. And that’s all that matters." Gabriel Campanario, fundador dos Urban Sketchers​

23 outubro 2016

Rabiscos da Expedição ao Dia Aberto do IGC 2016 - Ciência em Zoom


No Dia Aberto do Instituto Gulbenkian de Ciência 2016, em Oeiras, o desafio era desenhar com Ciência em Zoom.
Desenhámos em laboratórios dedicados ao estudo da evolução e genética de várias espécies de animais, mas fiquei vidrada pela Morfogénese Musical da Flor que explora as interações dinâmicas que se estabelecem entre genes e proteínas durante o desenvolvimento das pétalas de uma flor.



Uma flor robótica adquire “vida”, com som, luz e movimento, à medida que a rede de genes progride no tempo até concluir a formação das pétalas. No entanto, este desenvolvimento pode ser afetado se o visitante ativar ou inativar genes em diferentes momentos do processo. Pétalas, sépalas, estames ou carpelo – que órgão aparecerá no final da interação? Ler aqui a explicação sobre esta instalação.



Reportagem fotográfica e mais informações AQUI


Sem comentários:

Enviar um comentário